Vontade de dormir

cansaço6

Fios de oiro puxam por mim

a soerguer-me na poeira —

Cada um para seu fim,

Cada um para seu norte…

……………………………………………………………

— Ai que saudade da morte…

……………………………………………………………

Quero dormir… ancorar…

……………………………………………………………

Arranquem-me esta grandeza!

— P’ra que me sonha a beleza

Se a não posso transmigrar?…

*Mário de Sá Carneiro- Paris, 6 de maio de 1913.

Anúncios

4 comentários sobre “Vontade de dormir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s