A princesa que não sobreviveu: o mito de Anastásia Romanov

Rainhas Trágicas

Por: Renato Drummond Tapioca Neto

Anastásia Nikolaevna Romanov é uma das personalidades mais queridas da história, tanto aos olhos dos pesquisadores como ao dos leigos. Sua lenda já foi contada de tantas formas e alimentada ao longo dos anos por uma série de boatos e relatos fantasiosos que hoje é quase impossível encontrar alguém que, ao ouvir seu nome, deixe de fazer a pergunta: “não foi ela a princesa que sobreviveu”? Teria sido um final digno de contos de fadas se Anastásia tivesse continuado a viver de forma anônima, simples e feliz. Infelizmente, nem mesmo a filha mais nova do czar Nicolau II conseguiu fugir ao horror que dizimou sua família. A descoberta, em 2007, dos remanescentes humanos dos dois filhos do czar que não haviam sido identificados em 1991 pôs por terra a possibilidade de a grã-duquesa ter escapado, frustrando assim as esperanças de muitas gerações de sonhadores que…

Ver o post original 2.162 mais palavras

Anúncios

7 comentários sobre “A princesa que não sobreviveu: o mito de Anastásia Romanov

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s